Contabilidade para videomakers: entenda a importância da gestão contábil para editores de vídeo

Contabilidade para videomakers - imagem de editor de vídeos fazendo edição de vídeos

Você sabe qual é a importância da contabilidade para videomakers e como uma contabilidade especializada pode ajudar você a pagar menos impostos, exercer suas atividades de forma regular e expandir os seus negócios?

Neste conteúdo, a Soluzione Negócios Digitais, seu escritório contábil especializado em negócios digitais, vai falar sobre a tributação para videomaker, sobre o CNAE para videomakers e apresentar um passo a passo para abertura de empresa.

Para saber mais e tirar todas as suas dúvidas de forma clara e objetiva, continue conosco até o final do artigo ou clique em um dos botões abaixo e fale com um dos nossos especialistas para receber a assessoria contábil que você precisa.

O que faz um videomaker?

Um videomaker é um profissional que cria e edita conteúdo audiovisual, como vídeos curtos e de longa duração, para fins diversos, como publicidade, entretenimento, educação, entre outros.

O videomaker pode trabalhar de forma independente, prestando serviços como freelancer ou como profissional PJ para empresas em geral, canais do YouTube e outras plataformas.

No entanto, caso prefira, o profissional também pode optar por prestar seus serviços para empresas de diversos setores, como agências de marketing digital, produtoras de vídeo, canais de televisão, empresas de tecnologia, entre outras, em regime CLT.

As habilidades necessárias para ser um bom videomaker incluem conhecimentos técnicos em filmagem e edição, criatividade e capacidade de trabalhar em equipe. 

Também é muito importante se manter atualizado em relação às tendências e tecnologias mais recentes no campo do audiovisual.

Qual o CNAE para videomaker?

Quando o assunto é contabilidade para videomakers, diversas dúvidas podem surgir, dentre elas, a que diz respeito ao código de atividade (CNAE) correto para abertura de CNPJ.

Diante disso, precisamos esclarecer que via de regra, o CNAE para videomaker é o 5912-0/99 – Atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificados anteriormente.

No entanto, é importante ressaltar que o código CNAE pode variar de acordo com as atividades que o profissional realiza em seu negócio, e, que, portanto, é recomendável buscar orientação de uma contabilidade digital para identificar a classificação adequada para cada caso.

Contabilidade para videomakers: quanto um videomaker paga de imposto?

Outra dúvida muito comum quando o assunto é a contabilidade para videomakers, diz respeito ao processo de escolha do regime tributário.

“Afinal, quanto um videomaker paga de imposto?”

Na prática, tudo vai depender do volume de faturamento do profissional e do modelo de tributação indicado por sua contabilidade. Na sequência, vamos apresentar as opções.

Contabilidade para videomakers: Simples Nacional

No Simples Nacional o videomakers paga seus impostos no Anexo III, com a alíquota a partir de 6% conforma e tabela a seguir:

Tabela anexo III

Faixa

Receita em 12 meses

Alíquota

Valor a deduzir

Até 180.000,00

6,00%

De 180.000,01 a 360.000,00

11,20%

R$ 9.360,00

De 360.000,01 a 720.000,00

13,20%

R$ 17.640,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

16,00%

R$ 35.640,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

21,00%

R$ 125.640,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33,00%

R$ 648.000,00

O Simples Nacional para videomakers pode ser a melhor opção para pagar menos impostos, porém, não deixe de contratar o planejamento tributário de uma contabilidade especializada, para ver se realmente esse tipo de tributação é a melhor opção.

Contabilidade para videomakers: Lucro Presumido

Por sua vez, no Lucro Presumido, o videomaker precisa contribuir com uma parcela que varia de 13,33% a 16,33% do seu faturamento.

A regra neste regime é a seguinte:

  • Impostos Federais (IRPJ, PIS, COFINS, CSLL): 13,33%
  • Imposto Municipal (ISS): 2% a 5%.

Para pagar menos impostos neste regime, você pode fazer uso de uma sede virtual (endereço fiscal) para registrar a sua empresa em um município* com alíquota de ISS de 2% para o seu tipo de atividade.

* Não é necessário abrir empresa para editores de vídeo no município de atuação.

Contabilidade para videomakers: Lucro Real

Por fim, a depender do porte que o seu negócio de edição de vídeos alcançar, você ainda pode optar pelo Lucro Real, cuja regra é a seguinte:

  • IRPJ: 15% sobre o lucro líquido mais um adicional de 10% sobre o lucro trimestral superior a R$ 60 mil;
  • CSLL: 9% sobre o lucro líquido;
  • COFINS: 7,6% sobre o faturamento;
  • PIS: 1,65% sobre o faturamento;
  • ISS: 2% a 5% sobre o faturamento.

Conte com o suporte da Soluzione Negócios Digitais e do nosso time de especialistas em contabilidade para videomakers, para fazer um planejamento tributário e escolher o tipo de atividade mais econômico para a sua realidade.

Videomaker pode ser MEI?

Dando sequência ao nosso conteúdo completo para tirar dúvidas sobre a contabilidade para videomakers, é hora de responder a seguinte questão:

“Videomaker pode ser MEI?”

Se você também possui esse tipo de dúvida, saiba que “Sim”, o videomaker pode ser MEI, por meio do CNAE 5912-0/99 de Editor(a) de vídeo independente.

No entanto, apesar da possibilidade, essa nem sempre é a melhor escolha, já que o MEI – Microempreendedor Individual, possui limite de faturamento anual de apenas R$ 81 mil, valor que pode ser insuficiente para profissionais que se destacam no mercado.

Como abrir CNPJ para videomaker

Agora que você já esclareceu as principais dúvidas sobre a contabilidade para videomakers, é hora de dar um passo importante na sua carreira e conferir em um passo a passo, como abrir um CNPJ para videomaker.

Ao contrário do que você pode estar pensando, abrir CNPJ é muito simples, principalmente com o apoio de uma contabilidade digital que entende do seu negócio, como a Soluzione.

Confira o passo a passo e veja como funciona:

  1. Contrate uma contabilidade especializada em negócios digitais;
  2. Com base na orientação do contador, separe documentos básicos, como RG, CPF e Comprovante de residência;
  3. Escolha o endereço para abertura da sua empresa (pode ser uma sede física ou virtual);
  4. Adquira um certificado digital A1 do tipo e-CPF e um do tipo e-CNPJ;
  5. Aguarde enquanto a contabilidade providencia a emissão do seu CNPJ, bem como outros documentos importantes.

A importância da contabilidade para videomakers

O apoio de uma contabilidade especializada é fundamental para a correta gestão contábil e fiscal do seu negócio digital, afastando possíveis problemas com o fisco e prejuízos relacionados ao recolhimento de impostos em excesso.

Aqui na Soluzione Negócios Digitais, por exemplo, você encontra tudo o que precisa, da abertura de empresas e do cálculo de impostos à escrituração contábil do seu negócio e consultoria contábil para o empresas digitais.

Para saber mais, entre em contato conosco, clicando em um dos botões abaixo.

Você quer impulsionar o seu negócio digital?

Em 3 passos simples você entra em contato com nossos especialistas e contrata nossos serviços especializados.