Contabilidade para Social Media – Contador especializado em gestor de mídias sociais

Contabilidade para Social Media - foto smartphone redes sociais

A contabilidade para Social Media é o serviço prestado por contadores especializados, onde através da escrituração contábil são enviadas todas as movimentações para órgãos como a Receita Federal, além da emissão das guias para pagamentos dos impostos.

É muito importante conhecer a importância da contabilidade especializada para Social Media para o seu negócio digital.

Para a reduzir a tributação para social media, serão feitos estudos tributários por contadores especializados em redução de impostos para empresas do mercado digital.

Com o forte crescimento das redes sociais nos últimos anos, a profissão de Social Media surgiu e se expandiu rapidamente.

Atualmente, temos um grande número de profissionais que atuam na área, muitos começaram despretensiosamente, e hoje contam com milhares de seguidores, anunciando produtos e serviços para diversas empresas e marcas.

No entanto, o que nem todos sabem, é que a Receita Federal está de olho no crescimento desse tipo de negócio e vem fiscalizando aqueles que deixam de cumprir com as suas obrigações.

Você atua como Social Media e deseja manter todas as suas obrigações em dia com o fisco? Continue conosco e veja como uma contabilidade especializada é importante e pode contribuir para o seu negócio.

No entanto, caso prefira, você também pode clicar em um dos botões abaixo e entrar em contato com o nosso time de especialistas em contabilidade para Social Media e Negócios Digitais.

O que faz um Social Media?

O social media é o profissional que gerencia redes sociais como Instagram, Facebook, Tik Tok e outras mídias sociais, gerando engajamento e fazendo postagens e anúncios estratégicos, com foco no crescimento e geração de renda.

É o social media quem lida com as imagens e vídeos, sugere temas para produção de conteúdo, cria públicos nas plataformas, faz campanhas e anúncios e é responsável por toda a estratégia do canal.

É possível ser bem remunerado para fazer todo esse trabalho, e quem se especializa como um social media, com certeza vai ter muito trabalho, tendo em vista que cada vez mais pessoas entram para o mundo das redes sociais.

Você é ou está estudando sobre como ser um gestor de redes sociais, continue nesse conteúdo ou já clique no banner abaixo e solicite uma proposta para legalização do seu negócio digital.

Social Media Pessoa Física ou Jurídica: Qual a melhor opção?

A grande maioria dos profissionais que atuam como Social Media começaram a sua carreira como pessoa física, ou seja, sem um CNPJ constituído, atuando em seu próprio nome.

No entanto, à medida que o negócio começa a crescer e gerar receitas consistentes, é fundamental que o profissional busque a sua regularização como pessoa jurídica por meio da abertura de uma empresa para negócios digitais.

Sabemos que as principais redes sociais do momento como Facebook, Tik Tok e Instagram não exigem um CNPJ dos profissionais que atuam como Social Media, no entanto, quem toma essa decisão pode garantir uma série de benefícios, dentre os quais podemos destacar:

  • Economia no pagamento de impostos;
  • Permissão para emissão de notas fiscais;
  • Possibilidade de contratar funcionários, como designers e editores de vídeo;
  • Maior facilidade para fechar contrato com grandes marcas.

Por sua vez, dentre os benefícios acima, talvez um dos mais importantes seja a economia de impostos.

Enquanto o Social Media que trabalha como pessoa física pode contribuir com até 27,50% em impostos por meio do Imposto de Renda, profissionais que atuam na área como pessoa jurídica contam com tributação significativamente menor.

Contabilidade para Social Media: Quanto um Social Media paga de imposto?

De acordo com a legislação em vigor, o CNAE para Social Media é o 6319-4/00 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet, que compreende:

  • A operação de páginas de internet (websites) ou de ferramentas de busca (search engine) para gerar e manter grandes bases de dados de endereços e conteúdos de internet;
  • A operação de portais da internet que atualizam periodicamente seu conteúdo, como, por exemplo, os dos meios de comunicação;
  • As atividades para certificação digital;
  • As páginas de entretenimento (jogos) na internet, exceto jogos de azar;
  • As páginas de publicidade na internet;
  • O acesso a programas na internet;
  • Os serviços de disponibilização de música através da internet;
  • Os serviços de e-mail.

Atuando nesse CNAE, os profissionais da área que procuram uma contabilidade para Social Media e decidem abrir uma empresa, podem contar com um dos seguintes regimes tributários:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Na sequência, você confere mais detalhes sobre cada opção.

Simples Nacional

O Simples Nacional é um dos regimes tributários mais procurados por empreendedores que desejam abrir uma empresa no mercado digital ou formalizar as suas atividades como pessoa jurídica.

Nesse regime, prestadores de serviços, como o Social Media, podem ser tributados no Anexo III.

No anexo III do Simples Nacional, o gestor de redes sociais paga a alíquota a partir de 6% conforme a tabela abaixo:

Anexo III

Faixa

Receita em 12 meses

Alíquota

Valor a deduzir

Até 180.000,00

6,00%

De 180.000,01 a 360.000,00

11,20%

R$ 9.360,00

De 360.000,01 a 720.000,00

13,20%

R$ 17.640,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

16,00%

R$ 35.640,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

21,00%

R$ 125.640,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33,00%

R$ 648.000,00

Com base na fórmula do Simples Nacional, a alíquota efetiva máxima do Anexo III corresponde a 19,50%.

Você pode descobrir qual seria a sua alíquota efetiva de contribuição por meio da fórmula do Simples Nacional:

(RBT12 X Alíquota – PD) / RBT12

Onde:

  • RBT12: Receita Bruta nos últimos 12 meses
  • Alíquota: Alíquota indicada no Anexo
  • PD: Parcela a deduzir indicada no Anexo

Lucro Presumido

Por sua vez, o Lucro Presumido é um regime tributário destinado a empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões, quando indicado como melhor alternativa pela contabilidade para social media.

Nesse regime tributário, a alíquota de contribuição do profissional de social media pode variar entre 13,33% e 16,33% sobre o seu faturamento, a depender da cidade escolhida para abertura da empresa.

Lucro Real

Por fim, temos o Lucro Real, regime tributário para grandes negócios, cujo faturamento anual seja superior a R$ 78 milhões.

O Lucro Real possui uma sistemática própria de apuração com base no lucro líquido e alíquotas mais altas. Veja:

  • IRPJ: 15% + 10% de adicional de IR para lucro trimestral superior a R$ 60 mil;
  • CSLL: 9%
  • COFINS: 7,6%
  • PIS: 1,65%

Social Media pode ser MEI?

Após conhecer todos os regimes tributários, você pode se perguntar: Social Media pode ser MEI?

Essa é uma dúvida muito comum entre os empreendedores da área. No entanto, precisamos destacar que Social Media não pode ser MEI.

Você pode conferir que essa atividade não se encontra na lista de ocupações permitidas para o Microempreendedor Individual.

Por que contratar um contador especializado?

Agora que você já conhece como funciona a contabilidade para Social Media, fica a pergunta: por que contratar um contador especializado em negócios digitais?

O contador é um dos pilares de sucesso para o seu negócio digital. Através de um escritório de contabilidade especializado é que a sua empresa estará em dia com as obrigações contábeis, fiscais, financeiras e trabalhistas.

A escrituração contábil de empresas, exceto do MEI, deve ser feita obrigatoriamente, por um escritório de contabilidade devidamente registrado no órgão de classe. Ele é quem vai prestar a assessoria contábil para a sua empresa.

Porém, além de organização da contabilidade, o contador especialista tem conhecimento para fazer um estudo tributário detalhado e enquadrar a sua empresa no melhor regime tributário, na natureza jurídica mais adequada e ainda vai te ajudar a tomar decisões estratégicas.

É lógico que vale a pena contratar um contabilidade para Social Media, para fazer um planejamento tributário, gestão contábil, financeira, trabalhista e fiscal da sua empresa.

Contabilidade para Social Media: Como se regularizar?

Ao abrir um CNPJ e atuar em regimes tributários como o Simples Nacional e o Lucro Presumido, a tributação do Social Media pode ser reduzida significativamente e ao mesmo tempo manter a sua situação em dia com o fisco.

Sabendo disso, se o seu objetivo é regularizar o seu negócio, economizar impostos e aumentar os seus lucros, conte com os serviços em contabilidade para social media da Soluzione Negócios Digitais.

Nosso time de especialistas está à disposição para tirar todas as suas dúvidas e abrir empresa para Social Media. Clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco.